literatura

Loading...

Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Rumi

 Sou o Escravo que Libertou o Amo
 o discípulo que instruiu o mestre.
Sou a alma que ontem nasceu no mundo
e no mesmo instante criou este mundo vetusto.
Sou a cera orgulhosa que fez o ferro virar aço.
Passei ungüento nos olhos dos cegos
e ensinei homens de curto entendimento.
Sou a nuvem negra que trouxe alegria
da noite de dor ao dia de festa.
Sou a terra milagrosa
que pelo fogo do amo se elevou
e tocou a mente do céu.
Noite passada, o rei não dormiu,
contente de saber que eu, o escravo, dele me lembrei.
Não me culpes se sou escandaloso e lavrei justiça,
foste tu que me embriagaste.
Silêncio, que o espelho se desgasta;
quando soprei sobre ele,
protestou contra mim." 



Vem,
Te direi em segredo
Aonde leva esta dança.

Vê como as partículas do ar
E os grãos de areia do deserto
Giram desnorteados.

Cada átomo
Feliz ou miserável,
Gira apaixonado
Em torno do Sol.

Desde que chegaste ao mundo do ser,
uma escada foi posta diante de ti, para que escapasses.

Inicialmente, foste feito homem,
com conhecimento, razão e fé.
Contempla teu corpo um punhado de pó,
vê quão perfeito se tornou!

Quando tiveres cumprido tua jornada,
decerto hás de regressar como anjo.
Depois disso, terás terminado de vez com a terra,
e tua estação há de ser o céu.
 Sofreste em excesso
por tua ignorância,
carregaste teus trapos
para um lado e para outro,
agora fica aqui.

Na verdade, somos uma só alma, tu e eu.
Nos mostramos e nos escondemos tu em mim, eu em ti.
Eis aqui o sentido profundo de minha relação contigo,
Porque não existe, entre tu e eu, nem eu, nem tu.
 
O ser humano é uma casa de hóspedes.
Toda manhã uma nova chegada.
A alegria, a depressão, a falta de sentido, como visitantes inesperados.
Receba e entretenha a todos
Mesmo que seja uma multidão de dores
Que violentamente varrem sua casa e tira seus móveis.
Ainda assim trate seus hóspedes honradamente.
Eles podem estar te limpando
para um novo prazer.
O pensamento escuro, a vergonha, a malícia,
encontre-os à porta rindo.
Agradeça a quem vem,
porque cada um foi enviado
como um guardião do além.

  
Aqueles que não sentem este Amor,
Puxando-os como um rio,
aqueles que não bebem o amanhecer
como um copo de água pura
ou recebem o entardecer como almoço,
aqueles que não querem mudar,

Deixem eles dormirem.

Este Amor é além do estudo da teologia,
aquela velha enganação e hipocrisia.
Se você quer melhorar sua mente daquela forma,

Continue dormindo.

Eu deixei o meu cérebro.
Eu rasguei minha roupa em pedaços
e joguei-a fora.

Se você não está completamente nu,
então se enrole num lindo roupão de palavras

E durma